Sobre o Narcisismo: Uma Introdução

Segundo Ernest Jones (1955) em uma reunião da Sociedade Psicanalítica de Viena, a 10 de novembro de 1909, Freud havia declarado que o narcisismo era uma fase intermediária necessária entre o auto-erotismo e o amor objetal.

Este texto trata-se de um dos trabalhos mais importantes de Freud, podendo ser considerado como um dos fatores centrais na evolução de seus conceitos. As primeiras discussões sobre este texto abordam as relações entre o eu e os objetos externos, traçando uma distinção entre libido do eu e libido objetal. Assim fenômeno libidinal, o narcisismo passou a ocupar um lugar na teoria do desenvolvimento sexual do ser humano.

Sandra Chiabi

Deixe um comentário

Your email address will not be published.

10 − 9 =